Curriculum vitæ

CV (28/03/2018): PDF
Certificados: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9

Sonho morrer escritor. Até lá tenho de trabalhar como um comum mortal. A minha principal área de trabalho neste momento é web designer/developer full stack (mais de uma década de experiência). Apaixonado por computadores, web front-end e back-end, programação, guionismo, cinema, música e videojogos. Qualquer emprego que englobe estas paixões far-me-á feliz, desde que envolvidas numa pitade de criatividade - a vida sem ela não vale a pena.

Não estou à procura de emprego, mas as portas estão sempre abertas a propostas mais desafiantes dentro das minhas paixões. Se procuram profissionais entre as seguintes áreas, posso estar interessado: produção cinematográfica, guionismo, indústria dos videojogos, deseonvolvimento de aplicações web (front-end e back-end), programação de software (Python <3), Natural Language Processing, investigação/docência académica (Literatura, Humanidades Digitais, Linguística Computacional), letrista (compositor de letras de músicas), etc.

Se sonham ser mecenas como na era renascentista sou um candidato feliz. Tenho em ebulição nas entranhas do ser, alguns perto do ponto-caramelo outros em cozedura, romances, livros de poesia, filmes e videojogos. Depois de um cansativo dia de trabalho de comum mortal pela sobrevivência, as olheiras noite dentro não dão para muitas aventuras e ainda não consegui transmutar muito para a dimensão da vida (ir)real. No dia em que conseguir dedicar-me 24h ao que amo, nenhum dia será mais de trabalho, mas sim de amor com a deusa da criatividade. Até lá as minhas fantasias vão a passo de caracol. Este website é o primeiro passo, uma promessa de longa data. O segundo será terminar de programar um Editor de Texto com ferramentas linguísticas embutidas - recuso-me a escrever o meu primeiro livro num Editor de Texto programado por outra pessoa, quero que seja eclodido num berço meu. O terceiro passo será terminar e publicar o meu primeiro livro (quantas insónias já eu não tive a tricota-lo mentalmente!), dar vida a guiões de cinema que trago nas entranhas e conceitos de videojogos que gostava de ver nascer. Depois disso posso morrer feliz.

Sou um autodidata com aspiração a polímata (Leonardo da Vinci FTW!) - um currículo é irrelevante quando alguém tem como filosofia de vida aprender.

«O Sonho é o que temos de realmente nosso» - Fernando Pessoa


Enviar proposta de emprego:

E-mail:
Descrição:
Confirme que não é spam: